Turbilhão Feminino: a saga dos quase três anos

Falta pouco para este projeto completar três anos e não tem como não voltar no tempo e lembrar o que me motivou criar e manter ele até aqui. Antes da primeira publicação em julho de 2019 muito se reuniu, pensou e desenhou, até que fosse criado a conta do Instagram. Muitas ideias foram criadas desde então, inúmeros quadros que trouxeram e trazem conteúdos sobre Futebol Feminino. Quadros que agradaram alguns e desagradaram outros (o que é natural), como foi com “Edição Especial Clubes”, que em 2021 trouxe a cada semana conteúdos sobre determinado time e entrevistas com jogadoras e profissionais dos clubes destacados naquela semana. Logo de cara causou muita estranheza ter muito de um time no feed, mas cada conteúdo era (e ainda é) pensado e estudado com carinho, cuidado e responsabilidade! Algum tempo depois foi criado o que depois chamaríamos de TFF em Campo… ah, esse realmente foi desafiador! Foi desafiante porque antes de cada programa nos reuníamos e pensávamos em tudo: entrevistados, rodadas, gols, defesas, detalhes que chamassem atenção. Foi se descobrindo no fazer do dia a dia o que funcionava e o que não funcionava. E por falar em não funcionava, esse programa fazia muitas análises técnicas e muitos desses momentos se tornaram polêmicos, polêmicas que geraram reuniões e me fazem até hoje refletir o meu lugar neste espaço! O porquê da reflexão? Talvez seja essa linha tênue entre o comentário que provoca alvoroço e causa mal-estar, mas também é visto positivamente. Como (até então) Diretora, posso assegurar a você que está lendo este texto que todo esse tempo fui fiel ao nosso objetivo: difundir e divulgar o Futebol Feminino Brasileiro dando espaço e visibilidade as atletas e demais profissionais envolvidos. O Sócia Atleta é o nosso “carro chefe” como gosto de chamar porque foi o primeiro quadro criado e aconteceu ali em 2019 quando tive a oportunidade de acompanhar a preparação do Bahia no Campeonato Baiano Feminino do mesmo ano. Mas os outros quadros tem extrema importância, porque nos dá experiência e oportunidade para chegar cada dia mais perto do que foi proposto na criação deste Projeto. Esta parceria Bahia Notícias – Turbilhão Feminino é essa experiência e oportunidade. De ter um espaço para valorizar e divulgar o Futebol Feminino. Eu errei quando não poderia ter errado, mas jamais com a intenção de ferir, diminuir ou machucar, peço desculpas por isso. Escrevo hoje aqui para agradecer a cada pessoa que esteve presente nestes quase três anos, seja você atleta, profissional, torcida ou colaboradores do Turbilhão. Que essa intensidade vivida esse tempo traga cada vez mais experiência para disponibilizar o melhor trabalho possível. Que venham mais e mais temporadas para o Turbilhão e minha eterna gratidão às pessoas envolvidas!Bahia Noticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.