Saúde anuncia vacinas, médicos e R$ 12,7 milhões para áreas afetadas pelas chuvas

Ministro Marcelo Queiroga editou portaria que prevê mais de R$ 7 milhões só para a Bahia.

Após sobrevoarem as regiões atingidas pelas chuvas na Bahia na manhã desta terça-feira (28), ministros do governo anunciaram medidas de ajuda aos municípios afetados pelas enchentes, durante entrevista coletiva. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a pasta editou uma portaria no valor de R$ 12,7 milhões para as áreas afetadas, sendo mais de R$ 7 milhões só para o estado da Bahia.

“Esse dinheiro já foi repassado, do Fundo Nacional de Saúde para os fundos municipais de saúde”, disse o ministro.

Além do valor do ministério da Saúde, cerca de R$ 120 milhões serão liberadores nos próximos dias pelo Desenvolvimento Regional, valor que irá se somar aos R$ 80 milhões destinados pelo Ministério de Infraestrutura.

Queiroga também declarou que o MS encaminhou 5 quites de insumos para a região sul do estado, bastante afetada, que juntos somam uma tonelada. Ele também se comprometeu a enviar 100 mil unidades de vacina para a gripe e hepatite A.

“Nós vamos também disponibilizar assistência para aqueles que se acidentam com animais peçonhentos. Médicos da Força Nacional vão começar chegar. Vamos tomar todas as providências para dar suporte às autoridades do estado do município”, acrescentou.

Já o ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que o governo federal ofertará linha de crédito para reconstrução de casas atingidas pelas chuvas na Bahia.

Segundo ele, o presidente Jair Bolsonaro conversou com os presidentes da Caixa Econômica Federal, do Banco do Nordeste e do Banco do Brasil “para falar de esforços e ajudar os municípios em questões humanitárias”.

“O BNDES está liberando linhas de crédito porque terá um esforço muito grande de todos nós, para que a gente consiga retomar o investimento dessa região, que vai carecer muito de investimento”, afirmou.

Roma ponderou que as linhas de crédito poderão ser usadas para reconstruir as casas que desabaram, mas em locais que não ofereçam riscos.

Na manhã desta terça-feira, o presidente Jair Bolsonaro publicou medida provisória (MP) que abre crédito extraordinário de R$ 200 milhões para a reconstrução de estradas e rodovias afetadas pelas chuvas. À CNN Brasil, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse que R$ 80 milhões do montante serão destinados à Bahia.

Antes de encerrar a coletiva em que os ministros do governo participaram, o governador da Bahia, Rui Costa, fez um apelo para que o governo destinasse um aporte maior ao estado.

“Não é possível recuperar as estradas federais com R$ 80 milhões para o Nordeste. R$ 80 milhões não dá para recuperar nem para a Bahia, pelo estrago que tem, com vários rompimentos”, disse.

“Então, faço um apelo de um aporte para o estado da Bahia. Sei que todos os estados estão precisando. Mas fica aqui meu apelo”, acrescentou o governador.

Em resposta, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, afirmou que outros 7 estados também estão sofrendo com chuvas torrenciais e está aguardando um diagnóstico apurado dos municípios baianos, quando as águas baixarem, “para saber a necessidade que vão ter efetivamente para fazer o que for necessário”. CNN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.