Santos decide não contratar Clayson e Rodriguinho

Clayson tem contrato com o Bahia até o fim de 2022 e o clube busca maneiras de forçar sua saída – Foto: Felipe Oliveira | EC Bahia

Bahia tenta se livrar de Clayson, acusado de agressão contra uma acompanhante de luxo.

O Santos não terá no elenco em 2022, o meia Rodriguinho, que atuou as últimas duas temporadas pelo Bahia e o atacante Clayson, que ainda pertence ao Tricolor e está no meio de uma denúncia de agressão contra uma acompanhante de luxo no Mato Grosso do Sul, estado em que morou durante empréstimo ao Cuiabá neste ano. 

Comprado no início de 2020, Clayson não rendeu no Bahia e foi emprestado no ano seguinte. Ele se tornou um problema ainda maior para o clube após ser acusado de agressão no último mês. O atacante, que tem contrato com o Tricolor até o fim de 2022 foi ventilado no Santos, mas o presidente do clube negou qualquer tratativa. 

A negativa do nome de Clayson foi feita pelo presidente do Santos, Andrés Rueda, em contato por telefone com o ge. Anteriormente, o atacante foi apontado como possível reforço do clube por supostamente ter sido indicado pelo técnico Fábio Carille.

Já Rodriguinho, apesar de vice-artilheiro do Bahia nas últimas duas temporadas, decepcionou e não conseguiu entregar um grande futebol. Com contrato se encerrando, o meia-atacante começou a negociar com o Santos, mas segundo o ge, as partes não conseguiram chegar a um acordo salarial e as negociações foram encerradas. Em 2021, ele disputou 56 partidas, marcou dez gols e deu oito assistências. A Tarde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.