RB Bragantino irá rescindir contrato com zagueiro que causou morte por atropelamento

O Red Bull Bragantino vai rescindir o contrato do zagueiro Renan, preso nesta sexta-feira (22) após atropelar um motociclista em São Paulo. A vítima morreu (saiba mais aqui). De acordo com o site ge.globo, o fato não foi confirmado oficialmente pelo clube, que o detém por empréstimo até o fim da temporada. Ele pertence ao Palmeiras, com vínculo até 2025. Desde abriu no Massa Bruta, Renan entrou em campo em oito oportunidades, mas não se firmou. No Palmeiras, teve seu melhor ano em 2021, com 41 jogos, sendo 37 como titular. Segundo o G1, o acidente ocorreu quando ele passava pela rodovia Alkindar Monteiro Junqueira no início da manhã. O motociclista que colidiu com o carro de Renan não resistiu e morreu. O jogador, que pertence ao Palmeiras, se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi levado à delegacia. Em depoimento à Polícia Civil, Renan afirmou que vinha de uma festa em Campinas e confessou ter bebido no local. O acidente teria ocorrido porque ele dormiu no volante. Os exames que ele fez no Instituto Médico Legal (IML) não constataram a embriaguez. A delegada do caso, contudo, decidiu pela prisão por influência de álcool, baseada no depoimento dos policiais. Renan foi encaminhado à cadeia de Piracaia e vai passar por audiência de custódia no sábado (23). A defesa do jogador informou que só vai se manifestar em juízo.Bahia Noticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.