Quadrilhão do MDB: juiz suspende ação contra Temer, Cunha, Geddel, Padilha e outros réus

O juiz Vallisney de Souza, da 10ª Vara Federal de Brasília, suspendeu a ação penal que apura fraudes em operações com recursos do FI-FGTS e da Caixa Econômica Federal. 

São réus o ex-ministro Geddel Vieira Lima, o ex-presidente Michel Temer, o ex-deputado Eduardo Cunha, o empresário Henrique Constantino, o advogado Eliseu Padilha, além de outras oito pessoas.

O motivo da suspensão é um habeas corpus impetrado pela defesa de Padilha. O magistrado decidiu estender os efeitos da decisão liminar que interrompe o andamento da ação até que o pedido seja julgado. 

“Esclareço às partes que as respostas escritas à acusação serão todas elas reapreciadas após a regularização processual”, escreveu.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *