Paulo Magalhães Júnior aponta objetivos eleitorais em CPI

Foto: Reginaldo Ipê

Oposição quer investigar supostas irregularidades no IPTU de Salvador.

O líder do governo na Câmara Municipal de Salvador, vereador Paulo Magalhães Júnior (DEM), afirmou nesta quinta-feira (3) que a CPI defendida pela oposição para investigar supostas irregularidades no IPTU da cidade tem objetivos eleitorais. 

“A oposição quer travar os cofres da Prefeitura em plena pandemia de olho nas eleições, para gerar desgaste ao governo Bruno Reis e atingir a candidatura do ex-prefeito ACM Neto ao governo da Bahia. A preocupação com o soteropolitano é zero”, afirmou Paulo Magalhães Júnior.

Paulo Magalhães afirmou que, graças à arrecadação própria e à gestão de Bruno Reis, que manteve o equilíbrio das contas públicas em 2021, Salvador está conseguindo superar a Covid-19. 

“Somente no ano passado, a Prefeitura gastou R$ 581 milhões apenas na luta contra a pandemia. Isso sem falar nos demais gastos com a saúde. A Prefeitura assumiu responsabilidades que, em muitos casos, eram dos governos estadual e federal. A oposição não pode querer se associar ao vírus”, destacou.

Fonte da notícia: Assessoria do Vereador

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.