Paulo Carneiro é condenado a pagar R$ 360 mil por dívida de condomínio

O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, foi condenando pela Justiça a pagar a soma de R$ 361.191,52 ao condomínio onde mora, equivalentes à um período de 47 meses de inadimplência.

De acordo com a juíza Melissa Mayoral Pedroso Coelho Lukine Martins, devido a ausência de Paulo Carneiro à audiência, não houve possibilidade de conciliação. A dívida esteve acumulada entre março de 2017 e fevereiro deste ano mas o dirigente rubro-negro foi condenado a pagar apenas por 39 meses, correspondentes ao período de março de 2017 à junho de 2020.

“Evidencia-se que a parte Ré deixou de comparecer à audiência para o qual fora regularmente citada (Evento 19). Sucede que a Lei 9.099/95 exige, a fim de possibilitar a conciliação, o comparecimento pessoal das partes para qualquer das audiências do processo, arcando, caso contrário, com a revelia, se for réu, independentemente de ter sido apresentada defesa escrita ou não. Destarte, DECLARO A REVELIA e, por conseguinte, presumo verdadeiros, em parte, os fatos afirmados na peça vestibular, com base no artigo 20 da Lei 9.099/95”.

Decretada no final de julho mas revelada recentemente, Paulo carneiro ainda poderá recorrer da sentença. Em áudio vazado ano passado, ele teria afirmado possuir o “nome limpo”. A Tarde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.