Jurado diz por que Amber Heard perdeu para Depp: ‘Lágrimas de crocodilo’

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um dos membros que compôs o júri do caso de Johnny Depp contra Amber Heard justificou a derrota da atriz na batalha judicial afirmando que o depoimento emocional da atriz não foi realista. O veredito do tribunal condenou Heard a pagar uma indenização de cerca de US$ 15 milhões ao ex-marido, que a tinha processado por difamação.

"O choro, as expressões faciais que ela tinha, o olhar para o júri. Todos nós estávamos muito desconfortáveis", disse o homem em entrevista ao programa Good Morning America, do canal de TV americano ABC. "Ela respondia a uma pergunta e chorava, e dois segundos depois ficava gelada. Alguns de nós usavam a expressão 'lágrimas de crocodilo'."

O ator, que protagonizou a franquia "Piratas do Caribe", processou Heard após ela ter publicado um artigo de opinião no jornal Washington Post em 2018 no qual ela afirmava, sem citar Depp nominalmente, que havia sido vítima de violência doméstica durante o período em que estiveram casados.

O jurado foi um dos cinco homens do júri de sete pessoas. O julgamento se desenvolveu ao longo de mais de seis semanas em um tribunal do estado da Virgínia, nos Estados Unidos. Com grande exposição midiática, o processo foi marcado pela performance diante do júri dos dois atores, que se divorciaram em 2016. "Muitos jurados acharam que o que [Depp] estava dizendo, no final das contas, era mais crível", acrescentou o homem. "Ele parecia um pouco mais real em termos de como estava respondendo às perguntas. Seu estado emocional era muito estável o tempo todo."

Outro aspecto que chamou a atenção no caso foi a atuação das mídias sociais, que transformou a briga judicial em um batalha de fãs, na qual a torcida de Depp foi agressiva, fazendo memes no TikTok, postagens no Twitter e aglomerações na porta do tribunal.

A defesa de Amber Heard afirmou que as redes sociais interferiram no resultado do julgamento. Após a sentença, Elaine Bredehoft, advogada que compõe o time jurídico de Heard, veio a público afirmar que a atriz vai recorrer do veredito, até porque, em suas palavras, ela não teria dinheiro para pagar a indenização prevista.

O entrevistado do Good Morning America, no entanto, negou qualquer interferência das mídias sociais sobre o júri. "Seguimos as provas… Eu e outros jurados não usamos Twitter ou Facebook. Outros que tinham [contas nas redes], fizeram questão de não falar sobre isso."

"O que eu acho que é verdade é que ambos eram abusivos um com o outro", concluiu o jurado. "Eu não acho que isso faça com que nenhum deles esteja certo ou errado."

Noticias ao Minuto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.