Guto valoriza resultado do Bahia: ‘Todos os jogos contra o Sampaio são complicados’

O placar mínimo, de 1 a 0, foi o suficiente para deixar o técnico Guto Ferreira satisfeito com o Bahia nesta terça-feira (26), diante do Sampaio Corrêa. Na visão do treinador, o time até construiu para marcar mais gols, mas teve certa dificuldade para finalizar. “O jogo estava tão complicado na hora de finalizar que o Daniel teve que finalizar duas vezes na hora do gol. Por incrível que pareça, todos os jogos contra o Sampaio são complicados. Sempre me complicou, mas nunca perdi. Eles tiraram um título importante aqui do clube, parece que crescem contra o Bahia. E isso faz toda diferença, essa mística”, afirmou, se referindo à final da Copa do Nordeste de 2018, que terminou com o título dos maranhenses. “Que bom que estamos construindo esse número grande de finalizações. Não podemos esquecer que ele passa pelo nível de confiança. Nossa equipe, na frente, com exceção de Rodallega e Daniel, que são mais tarimbado, entre os demais o mais velho tem 24 anos. Mas jogadores de qualidade, que conseguem criar esse volume de situações de gol. Não vamos estar perfeitos em todas as partidas. Fizemos um hoje e conseguimos sustentar lá atrás. Cada jogo é um jogo”, complementou. Esse foi o terceiro jogo, em quatro rodadas, que o Esquadrão saiu de campo sem sofrer gol, feito que foi valorizado pelo comandante. “a marcação começa lá na frente, com centroavante, o 10. E o trabalho de área, embora a gente tenha tomada um gol contra o CSA, embora tenha sido um erro de encaixe, tem sido o nosso forte, esse encaixe dentro da área. Eles colocam a bola na área e não conseguem finalizar. O nosso comportamento na linha, a nossa equipe tem fechado bem. Acho que o posicionamento tem sido muito positivo. Não pode ficar só nisso. Temos que melhorar mais. Ficamos aquém na construção. E mesmo aquém criamos situações de gols. A gente busca sempre contra qualquer equipe controlar o jogo. E controlamos o jogo na última linha”, destacou. O Tricolor volta a campo na próxima sexta-feira (29), contra o Ituano, no Novelli Júnior, em São Paulo, pela quinta rodada da Série B. Até lá, o treinador espera contar com o volante Rezende, fora da partida desta terça por problemas musculares. “Eu gostaria de contar com ele hoje. Infelizente não pôde. Gostaria de contar sexta, mas o departamento médico vai resolver. Ao que tudo indica, contra o Londrina fatalmente contaremos. Não temos certeza contra o Ituano. De repente pode ser liberado. Vamos aguardar para os médicos nos passar direitinho”, comentou.Bahia Noticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.