Gretchen recorda violência doméstica. "Me batia e pedia desculpa"

Sem revelar o nome do ex-marido que a agrediu durante o casamento, Gretchen recordou o marcante passado e destacou que tem ajudado mulheres que são também vítimas de violência doméstica.

"Ajudo muitas mulheres. Violência doméstica não acontece só nos lugares pobres, simples. A violência doméstica acontece em qualquer lugar, com artista, gente rica. Todos os lugares e, hoje em dia, acontece mesmo", disse a cantora em entrevista ao programa 'Chupim', da rádio Metropolitana FM.

A cantora contou que o 'ex' também a obrigava a vestir roupa ao gosto dele. "Não é que era machista. Na verdade, ele era sociopata. Tinha que ser da maneira que ele queria, com a roupa que ele queria", contou.

"Quando ia para a faculdade, tinha uma escolta que me levava e trazia. Era assim", detalhou.

"Isto é uma doença. Depois de me bater, ele ajoelhava-se, pedia desculpas e até dizia que ia morrer", lembrou. "Eu pensava: 'Então morre, por favor'", compartilhou.

Noticias ao Minuto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.