Ex-deputada federal Flordelis é presa pela morte do pastor Anderson do Carmo

Flordelis foi denunciada por arquitetar o homicídio de Anderson sob a simulação de ter ocorrido um latrocínio.

Rio – A ex-deputada federal Flordelis foi presa, na noite desta sexta-feira, como mandante do assassinato do seu então marido, Anderson do Carmo de Souza, em 2019. Ela teve a prisão preventiva decretada pela juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói. Na época do crime, Flordelis não teve sua prisão pedida por deter imunidade parlamentar. Na última quarta-feira (11), no entanto, a Câmara dos Deputados cassou seu mandato por quebra de decoro. Após deixar sua residência, a ex-deputada foi levada para a Delegacia de Homicídios de Niterói, onde chegou por volta das 19h15. De lá, a ex-deputada segue para o Instituto Médico Legal de Niterói, onde passará por um exame de corpo de delito, e depois para Benfica, na Zona Norte do Rio. Veja o momento em que Flordelis foi presa:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.