Em dois meses, 13 mil profissionais de saúde foram afastados por Covid ou gripe

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A análise foi feita apenas em 14 capitais do país e não chegou a considerar Salvador, que tem mais de 2.200 profissionais de saúde afastados.

Além da pressão de novos pacientes infectados com Covid-19 ou gripe em todo o país, o sistema de saúde está sofrendo com a perda de profissionais também para essas doenças. Segundo levantamento feito pela Agência CNN, na sexta-feira (14), cerca de 13 mil trabalhadores da área foram afastados entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022, devido a infecção por coronavírus ou síndrome gripal. 

A análise foi feita apenas em 14 capitais do país e não chegou a considerar Salvador, que tem mais de 2.200 profissionais de saúde afastados. 

Dentre as capitais analisadas, a que possui mais trabalhadores afastados é o Rio de Janeiro (5.500), seguido por São Paulo (3.193). Se constasse na lista, Salvador estaria em terceiro lugar. Metro 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.