Em 15 dias, atendimentos por SRAG sobem mais de 150% em hospital

Secretária Tereza Paim realizou visita técnica ao Hospital Regional Costa do Cacau – Foto: Leonardo Rattes | Ascom Sesab

São pacientes com sintomas gripais leves e agudos causados, principalmente, pela influenza, covid-19 ou ambas.

O número de atendimentos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus, no Sul da Bahia, aumentou mais de 150% nos últimos 15 dias, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Segundo a pasta, são pacientes com sintomas gripais leves e agudos causados, principalmente, pela influenza, covid-19 ou ambas. Questionada, a secretaria não informou, porém, se há dados específicos de alta nos atendimentos em relação a cada um dos vírus.

No último boletim epidemiológico, na terça-feira, 4, a Sesab informou 712 novos casos de covid-19 e mais 19 óbitos. Os dados, porém, ainda podem sofrer alterações devido à instabilidade do sistema do Ministério da Saúde.

O Laboratório Central de Saúde da Pública da Bahia confirmou também oito casos de infecção simultânea dos vírus da influenza e covid-19, em três municípios: Salvador, Feira de Santana e Camaçari. Não há óbitos registrados nas coinfecções.

De 1º de novembro até esta terça, a secretaria registrou 1.447 casos de influenza A do tipo H3N2, distribuídos em 114 municípios. Do total de casos, 259 evoluíram para SRAG e necessitaram de internação, com 35 óbitos.

A Tarde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.