Douglas Borel ‘abre coração’ após expulsão contra o Náutico e pede desculpas à torcida

Protagonista do jogo contra o Náutico, nesta sexta-feira (15), Douglas Borel usou as redes sociais, neste sábado (16), para “abrir o coração”. Autor do gol do triunfo e expulso logo em seguida por tirar a camisa, o jovem de 20 anos pediu desculpas à torcida tricolor. “Venho através deste post abrir meu coração sobre tudo que vivi na noite passada. Em primeiro lugar gostaria de pedir desculpas a nação tricolor , meus companheiros e a comissão técnica. Nunca fui expulso na minha carreira. Sempre presei pela disciplina e comprometimento dentro de campo”, escreveu. O lateral-direito levou o primeiro cartão amarelo aos 2 minutos de jogo, e contou que não registrou o momento. Dez minutos depois, fez o gol e foi expulso. “Com relação ao primeiro cartão, foi um lance muito rápido e, no calor do jogo, acabei não registrando que fui amarelado. Na minha visão não foi, inclusive, lance para esta advertência. E por ser início, não registrei isso na minha cabeça”, continuou. Borel revelou que se deixou levar pela emoção de ter marcado seu primeiro gol como profissional. “Poucas pessoas sabem o quanto batalhei e precisei superar para chegar até aqui. Passa um filme na sua cabeça, você quer extravasar. Acabei tirando a camisa na emoção, e levei o segundo amarelo”, disse. Por fim, agradeceu aos colegas de equipe, que tiveram de jogar o restante da partida com um a menos. “Certamente é um momento que vou refletir bastante e, acima de tudo, ficará como lição. Sou um jogador profissional, que dou a vida dentro de campo e honro a camisa do esquadrão. Mas sou jovem, em constante evolução. Gostaria, por fim, de agradecer ao empenho de todos em campo que correram muito com um a menos. Um grupo único e coeso sempre ajuda um ao outro”, finalizou. Ver essa foto no Instagram Uma publicação compartilhada por Douglas borel (@douglass_02)Bahia Noticias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.