Daniel Silveira e Eduardo Bolsonaro são barrados no Supremo

Os deputados foram barrados nesta quarta-feira (20).

Os deputados Daniel Silveira (PL-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PL-SP) foram barrados no STF (Supremo Tribunal Federal), nesta quarta-feira (20).

Por volta das 14h, os dois parlamentares tentaram acessar o plenário da corte para acompanhar o julgamento da ação penal que tem Silveira como réu.

Uma resolução sobre o funcionamento do tribunal durante a pandemia da Covid-19 autoriza a permanência apenas dos advogados das partes. Silveira e Eduardo estavam sem máscara de proteção facial. Bocão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.