Bolsonaro diz que 11 ministros disputarão eleições e serão substituídos em 31 de março

Presidente também acenou para a possibilidade de dar um cargo ao senador Marcos Rogério (PL-RO).

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (3) que a reforma ministerial deste ano será realizada no dia 31 de março, quando 11 ministros deverão deixar o governo para disputar as eleições. 

A afirmação foi feita antes do encontro com o presidente do Peru, Pedro Castillo, em Porto Velho. Em outras ocasiões, o presidente já havia dito que o número poderia ser de 12. Dessa vez, Bolsonaro afirmou que os substitutos ainda não estão definidos.

Bolsonaro também acenou para a possibilidade de dar um cargo ao senador Marcos Rogério (PL-RO). “Está previsto no momento que 11 ministros vão disputar eleição. Vamos ter ministérios-tampão. Eu tenho profundo apreço pelo (Marcos) Rogério, a gente pode conversar, mas nada decidido ainda”, disse Bolsonaro em Porto Velho, antes de se encontrar com o presidente do Peru, Pedro Castillo. Metro 1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.