Rio: adolescente de 17 anos recebe imunizante errado contra a covid-19 e terá de ser revacinada no Rio

A jovem recebeu uma dose da CoronaVac, mas única vacina autorizada para menores de 18 anos é a da Pfizer.

Rio – Uma adolescente de 17 anos, que teve a identidade preservada, foi vacinada equivocadamente com a CoronaVac no posto da Clínica da Família Medalhista Olímpico Maurício Silva, em Benfica, na Zona Norte, no dia 23 de agosto. O imunizante utilizado neste grupo é o da Pfizer, único autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para menores de 18 anos.A cunhada da adolescente explicou, ao O GlOBO, que o erro aconteceu por ela também se encaixar no grupo de lactantes, já que ela tinha dado à luz havia 17 dias, quando tomou a primeira dose da CoronaVac. De acordo com os órgãos de saúde, esse imunizante pode ser aplicado em todas as mulheres que ainda amamentam, assim como naquelas que deram à luz há até 45 dias (puérperas) e também nas gestantes.O erro só foi percebido nesta terça-feira, data em que ela retornou ao posto de saúde para receber a segunda dose da vacina contra a covid-19. Embora tenha ocorrido o erro, a adolescente não teve nenhum tipo de efeito colateral.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disse, em nota enviada ao O DIA, que “o caso foi notificado à Coordenação do Programa de Imunizações do Município, que realizou o protocolo de vigilância de eventos adversos. Não houve queixa clínica associada à vacinação. A unidade de saúde chamará a paciente nos próximos dias para agendamento da revacinação, com dose da Pfizer, como recomendado pela Anvisa”. O Dia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *