Líderes na Câmara atuam para reduzir cotas femininas

Com dificuldades para preencher cotas de participação feminina em eleições, líderes de partidos na Câmara discutem abrandar as regras para as eleições do ano que vem. De acordo do jornal O Estado de S.Paulo, uma das ideias é reduzir de 30% para 10% o percentual mínimo obrigatório de candidatas mulheres a cargos no Legislativo. Outra proposta, que já está pronta para votação na CCJ, prevê o fim das punições às legendas que não cumprem a cota.

Ainda segundo a publicação, para valer em 2020, quando serão escolhidos novos vereadores, as medidas precisam ser aprovadas até o início de outubro.

BNews.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *