Iluminação temática marca o Julho Verde em Salvador

Monumentos e prédios de Salvador recebem iluminação verde, em alusão ao Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, celebrado no dia 27 de julho. A iniciativa faz parte da campanha nacional Julho Verde, chamando a atenção para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce da doença. A iluminação especial atinge o Hospital Aristides Maltez, Elevador Lacerda, Farol da Barra e fontes luminosas da Praça da Sé, Campo Grande e Nossa Senhora da Luz, na Pituba.

Anualmente, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra cerca de 40 mil novos casos de cânceres de cabeça e pescoço, denominação genérica de tumores que se originam em regiões das vias aereodigestivas, como boca, língua, gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe e seios paranasais.

Lucas Silva, coordenador do serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Hospital Aristides Maltez e do Hospital da Mulher, revela ainda que o câncer de boca e o de laringe ocupam o quinto lugar em incidência, nos homens. Já nas mulheres, o câncer de tireoide ocupa o quinto lugar. “Os principais fatores de risco são o tabagismo, o consumo de álcool e as infecções por HPV”, revela o especialista.

Os tumores de cabeça e pescoço podem ser assintomáticos, no princípio da doença. Com o seu desenvolvimento, alguns sinais e sintomas podem aparecer, como manchas brancas na boca, dor local, lesões com sangramento ou cicatrização demorada, nódulos no pescoço, mudança na voz e rouquidão, e dificuldade para engolir. O diagnóstico inicial das lesões é fundamental para garantir que os índices de cura se aproximem de 100%. Secom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *