Filho de PM suspeito de matar ex-namorada de 15 anos vai a júri popular nesta sexta

Jovem foi enterrada no dia 18 de abril, no Cemitério Bosque da Paz, bairro de Nova Brasília

Nesta sexta-feira (19), Adriel Montenegro dos Santos, suspeito de matar a ex-namorada Andreza Victória Paixão, de 15 anos, no bairro de Itapuã, em Salvador, em 2017, vai à juri popular. A informação foi divulgada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA)

Andreza Victória foi morta com um tiro na nuca, na casa de Adriel, localizada no bairro de Itapuã, em Salvador, no dia 17 de abril de 2017.

Conforme informou a polícia, o suspeito, na época com 21 anos, encontrou com a garota no Colégio Rotary, também em Itapuã, onde ela estudava. De lá, os dois seguiram caminhando para a casa dele, que fica no mesmo bairro. Ao chegar na varanda do imóvel, a vítima foi baleada na nuca.

A adolescente foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro de Itapuã e, em seguida, transferida ao Hospital Geral do Estado (HGE). Apesar do socorro, ela não resistiu aos ferimentos. O pai de Adriel é policial militar e foi quem socorreu a garota.

A jovem foi enterrada no dia 18 de abril, no Cemitério Bosque da Paz, bairro de Nova Brasília, na capital baiana.

Adriel está preso desde setembro de 2017, quando se apresentou à polícia com um advogado, após passar cinco meses foragido. Em outubro do mesmo ano, o jovem, que chegou a ser incluído no Baralho do Crime da SSP, teve a prisão preventiva, sem prazo para expirar, decretada.

Varela Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *