Após pedido de Flávio Bolsonaro, Gilmar Mendes suspende ações do caso Queiroz

O caso Queiroz ganha um novo capítulo. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, decidiu suspender processos envolvendo a quebra de sigilo o filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e senador pelo Estado do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro (PSL). As ações estão envoltas do caso Queiroz, que apura o suposto esquema de rachadinha com salários de cargos público, especificamente quando Queiroz era assessor de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.  De acordo com o Estadão, Mendes destacou em sua decisão um e-mail enviado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ), de 14 de dezembro de 2018, no qual o MP-RJ solicita ao Coaf mais informações – sem prévia autorização judicial.

Bnews

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *